MINHA HISTÓRIA

Nasci num lugarejo – Columbia – do Paraná fundado por meu pai, ele e minha mãe baianos do sertão.

Passei a infância – e quase toda a adolescência – mudando de residência com a família, morando em muitos lugares. Paraná, São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais.

Trouxe desse legado o prazer de viajar, a sede de correr mundo, o espírito aventureiro de explorador de culturas e povos de todos os lugares e tempos.

Quis desde cedo ser piloto de aviões comerciais, não deu. Optei  no lugar disso por  escrever e viajar.   Deu certo, mas não só.

Bati minhas próprias asas, saí de casa para o exterior com 17 anos. Fui morar Costa Rica, Estados Unidos, Alemanha, França.

Dois anos depois, retornei ao país via Brasília por um tempo, depois assentei base definitiva de vida em São Paulo.

Trabalhei em empresas aéreas, fiz faculdade de Turismo. De jornalista amador que já era desde a Costa Rica, me profissionalizei de vez, fui ser editor de revista de turismo e depois jornalista internacional de aviação comercial, trabalhando para publicações internacionais.

Abri em paralelo mais duas carreiras: a de professor universitário e a de assessor de imprensa especializado nos setores de turismo, viagem e aviação. Fiz Mestrado e Doutorado em Ciências da Comunicação na Universidade de São Paulo, tornei-me professor da Faculdade Cásper Líbero e depois da própria USP. Graduei-me também em Jornalismo.

Nesse segmento, tornei-me especialista em Jornalismo Literário. Credenciado professor de pós-graduação, inovei, criei, trouxe contribuições de avanço conceitual e teórico para a área, sempre com base transdisciplinar. Orientei Dissertações de Mestrado, Teses de Doutorado, tornei-me referência no assunto. Fiz estágio de pós-doutorado no Canadá. Fui professor-visitante em Londres, em Florença, em Medellín. Num certo período, em meio a tudo isso fundei, com colegas, a Academia Brasileira de Jornalismo Literário e criamos o primeiro curso de pós-graduação em jornalismo literário do país.  Quando a ABJL se desfez, mantive o curso de modo independente, abri minha frente de ação individual de cursos.

Pessoalmente, não formei família, casei-me, mas não quis ter filhos. Fiquei viúvo quando já tinha me aposentado precocemente da USP e então ampliei outra linha de trabalho: a produção de livros para o grande público, preferencialmente obras de não ficção do tipo biográfico. No total, entre obras acadêmicas e gerais, 15 livros já publicados.

Considero-me um educomunicador. Um comunicador focado em temas associados à extraordinária revolução de cultura na qual vemos surgir espetaculares novas possibilidades em que as artes, a filosofia de melhor qualidade, a ciência de nível mais elevado, as tradições e a espiritualidade convergem para um diálogo frutífero, abrindo um fantástico horizonte de novas compreensões do mundo, da vida, das pessoas. Comunicador que tem como instrumento-matriz a arte de contar histórias em suas diferentes formas. Storytelling.  Principalmente essa que traz as marcas do Jornalismo Literário.

Um educador focado essencialmente no desenvolvimento das  pessoas. Por isso fiz  formações complementares paralelas em cursos de psicodrama pedagógico, psicologia transdisciplinar aplicada à educação, coaching. Por isso a base transdisciplinar do meu trabalho, na qual entram contribuições que procedem de áreas como a neurologia, a psicologia humanista de Jung, a mitologia de Joseph Cambpell.

Por isso, story coach. Por isso, escritor que prefere contar histórias humanas em formato de narrativas de transformação.

 

O que está aqui é para ser útil a você, na sua própria jornada. Se puder ajudar e contribuir como educador, comunicador ou tudo junto, será um prazer.